40 feridos assistidos em unidades de Saúde entre anúncio do sinal n.º 8 e até ao cancelamento dos sinais – Serviços de Saúde - Website de Gabinete de Comunicação Social do Governo da RAEM


 40 feridos assistidos em unidades de Saúde entre anúncio do sinal n.º 8 e até ao cancelamento dos sinais – Serviços de Saúde 

2018-09-17 21:45:00

Fonte : Serviços de Saúde

Desde que foi içado o sinal de tufão n.º 8 (16 de Setembro) e as 18H00 de segunda-feira (17 de Setembro) altura em que foram cancelados todos os sinais do tufão o Centro Hospitalar Conde de São Januário, o Hospital Kiang Wu e os centros de saúde receberam um total de 40 feridos, 28 de sexo masculino e 12 de sexo feminino, com idades compreendidas entre dois (2) e 87 anos.  Entre os feridos 32 são residentes locais, sete (7) são residentes do Interior da China e uma (1) mulher indonésia com 31 anos de idade.

Os feridos afectados pelo tufão foram assistidos devido a ferimentos de diferentes graus, incluindo: cortes, entalamentos e fraturas em diferentes membros.

Um dos feridos, com 87 anos sofreu uma fratura do fémur direito devido a uma queda. 10 pessoas foram consideradas situações moderadas e 29 casos o diagnostico foi de ferimentos ligeiros.

Há ainda um (1) indivíduo hospitalizado no Centro Hospitalar Conde de São Januário, quatro (4) pessoas no Hospital Kiang Wu para observação e tratamento, sendo que os restantes feridos já tiveram alta hospitalar.

Durante a passagem do super tufão “Mangkhut” em que foram içados os sinais do tufão nº 8 e nº 10, os Serviços de Saúde tiveram disponíveis cerca de 688 profissionais de saúde e pessoal de logística, que durante 26 horas, sem interrupção disponibilizaram serviços médicos de emergência, prestação de serviços normais de cuidados de saúde (incluindo o Posto de Urgência das Ilhas) e serviços de internamento hospitalar.

À excepção do Centro de Saúde do Porto Interior e do Posto de Saúde para os Idosos na Rua de Ponte Negra que estiveram encerrados os demais Centros de Saúde e Postos de Saúde estiveram abertos para situações de emergência.

Após o sinal n.º 8, ter sido substituído por um sinal inferior (17 de Setembro) e apesar dos funcionários públicos terem sido dispensados do trabalho, excepto o Centro de Saúde do Fai Chi Kei e do Centro de Saúde do Porto Interior,  todos os demais serviços médicos subordinados dos Serviços de Saúde, incluindo o CHCSJ e vários centros de saúde e postos de saúde estiveram a funcionar normalmente tendo sido realizadas as consultas externas marcadas e foram prestados serviços médicos diversos.

Terça-feira, 18 de Setembro, com excepção do Centro de Saúde do Porto Interior, todas os serviços médicos subordinados dos Serviços da Saúde estarão abertos normalmente.

Os cidadãos que não puderam ter consultas e serviços médicos, segunda-feira, 17 de Setemrbo, no Centro de Saúde do Fai Chi Kei ou ao Centro de Saúde do Porto Interiors serão brevemente notificados, por mensagem, pelos Centros de Saúde que as Consultas externas ou a colheita de sangue serão realizadas no Sábado (20 de Setembro).

Em caso de dúvidas os cidadãos podem contactar os Centro de Saúde do Fai Chi Kei e Centro de Saúde do Porto Interior através do n.º 6300 9140 e 2885 2922 respectivamente. Em caso de necessidade dos serviços de emergência ou de enfermagem, podem deslocar-se ao Centro de Saúde mais próximo.


-- Fim --


Anterior:Trabalho de resposta ao tufão “Mangkhut” obtém resultados satisfatórios
Seguinte:Serviços de Saúde apelam à não difusão de mensagens médicas falsas

  











  
Gabinete de Comunicação Social do Governo da RAEM    
Endereço: Avenida da Praia Grande, nos. 762-804, Edif. China Plaza, 15.º andar, Macau
Tel:(853) 2833 2886    Fax:(853) 2833 5426
E-Mail:info@gcs.gov.mo