Serviços de Saúde e IACM adoptam medidas para prevenção e controlo da febre de dengue - Website de Gabinete de Comunicação Social do Governo da RAEM


 Serviços de Saúde e IACM adoptam medidas para prevenção e controlo da febre de dengue 

2018-06-20 22:32:00

Fonte : Serviços de Saúde

Em resposta ao primeiro caso de infecção local da febre de dengue de 2018 os Serviços de Saúde em conjunto com o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) realizaram esta quarta-feira (dia 20 de Junho) o reforço da eliminação química de mosquitos nas áreas da residência, da movimentação e do local de trabalho do paciente alem de terem efectuado pesquisas de eventuais casos e distribuído panfletos informativos e verificado eventuais fontes de proliferação de mosquitos.

Terça-feira (19 de Junho), os Serviços de Saúde diagnosticaram um caso de infecção local da febre de dengue, num homem, morador no Edifício U Wa, bloco 11 da Areia Preta, na Rua 1.º de Maio, que trabalha no complexo “City of Dreams”, Cotai. O paciente afirmou que frequentemente faz jogging na zona de lazer do Reservatório e não viajou para outros lugares nos 14 dias anteriores à manifestação dos sintomas da doença. Com vista a determinar o local da infecção e controlar a situação epidemiológica o mais rápido possível, os Serviços de Saúde mobilizaram cerca de 50 trabalhadores que efectuaram visitas residenciais para pesquisa de eventuais casos, distribuição de folhetos informativos, verificação das fontes de proliferação e reforço da eliminação química de mosquitos nas áreas da residência, da movimentação e do local de trabalho do paciente. A pesquisa de caso foi realizada principalmente por meio de questionário e marcação das análises sanguíneas para pessoas com suspeita de sintomas da febre de dengue, na expectativa de determinar os pontos de situação da epidemia da febre de dengue o mais rápido possível. O IACM também concluiu a sua primeira eliminação química de mosquitos dentro das instalações subordinadas ao IACM perto do respectivo local.

Refira-se que os Serviços de Saúde registaram, no mês de Maio, um aumento da média do índice de propagação de mosquitos (ovitrap) que foi de 52, 4% um valor semelhante à média registada no período homólogo desde o ano de 2002 (49,8%). A Península de Macau foi a área onde o índice de propagação de mosquitos (ovitrap) registou um valor mais elevado em particular nos bairros sociais do São Lourenço e do Porto Interior, com 56,4% e 56,1%, respectivamente. Nas Ilhas, o valor mais elevado foi registado em Coloane atingindo os 81,2% (vide a Tabela I do anexo para os detalhes). Dado que Macau entrou no Verão, o clima começou a ficar quente e chuvoso, não excluindo a possibilidade de ocorrer sucessivamente mais casos de infecção local.

Como ainda faltam vários meses para o Outono, se a situação epidemiológica não puder ser controlada, no mais curto espaço de tempo, a situação será mais grave. Os Serviços de Saúde, em conjunto com outros Serviços como o IACM vão reforçar as medidas de divulgação e tomarão as medidas de controlo, ao mesmo tempo, apelando aos residentes para tomarem precauções.

Os Serviços de Saúde apelam novamente a todos os residentes de Macau para que dêem a devida atenção à higiene ambiental e às medidas de prevenção anunciadas, as quais passam, também, pela eliminação de água estagnada no domicílio ou local de trabalho, eliminando, assim, a proliferação de mosquitos e de larvas.

Apela-se ainda à população que quando viaje a locais com surto de febre de dengue, em especial a regiões do Sudeste Asiático, para vestir roupa de manga comprida e ficar hospedada em locais com ar condicionado ou com instalações anti-mosquitos.

Aquando de saídas ao ar livre, deve ser aplicado repelente anti-mosquitos e evitar picadelas de mosquitos. Caso surjam sintomas de febre, erupção cutânea e outros sintomas suspeitos de febre de dengue, deve recorrer atempadamente à consulta médica, informando o médico da história de viagem.

Os Serviços de Saúde também apelam a todos os médicos para estarem atentos a pacientes suspeitos de febre de dengue, bem como para procederem atempadamente à respectiva declaração e teste. O Laboratório de Saúde Pública dos Serviços de Saúde proporciona, de forma gratuita, o teste da febre de dengue a todas as instituições médicas. Para mais informações, os cidadãos podem ligar para a linha de doenças transmissíveis dos Serviços de Saúde n.º 28 700 800 ou consultar as informações sobre doenças transmissíveis no sítio electrónico dos Serviços de Saúde http://www.ssm.gov.mo/csr/.

(Ver Tabela anexa com Taxa de positividade do ovitrap em todas as zonas de Macau entre Janeiro e Maio de 2018)



Acção de eliminação de mosquitos junto ao reservatório


Distribuição de panfletos informativos aos residentes na área periférica do Edifício U Wa


Recolha de sangue para despistagem de eventuais casos


Pesquisa de caso no parque do Reservatório


Trabalhadores dos Serviços de Saúde deslocam-se às residência para efeitos de questionário

-- Fim --


Anterior:Recolha de opiniões sobre o projecto de Planta de condições urbanísticas relativo ao depósito e armazém provisório de substâncias perigosas
Seguinte:Serviços de Saúde notificados para três (3) casos de infecção colectiva por enterovírus que envolve 18 crianças

  











  
Gabinete de Comunicação Social do Governo da RAEM    
Endereço: Avenida da Praia Grande, nos. 762-804, Edif. China Plaza, 15.º andar, Macau
Tel:(853) 2833 2886    Fax:(853) 2833 5426
E-Mail:info@gcs.gov.mo